Reinserção e Inserção no mercado de trabalho

O tratamento hemodiálico/diálise peritoneal acarreta uma série de mudanças na vida da pessoa e de seus familiares, é necessário haver uma reorganização familiar.

A pessoa, por exemplo: que trabalhava em local que há necessidade de força braçal, precisa afastar-se dessa atividade temporariamente. O homem ou a mulher que são os únicos provedores do lar, tornam-se dependentes de seus familiares (esposa, esposo, filhos e demais), que precisam sair para buscar um meio de sustento, mudando toda a condição financeira familiar, isso leva a baixa auto-estima de alguns pacientes que têm dificuldades de aceitar a situação.

Temos profissionais que estão sempre orientando, atendendo psicologicamente, encaminhando para serviços de atenção social (INSS, Assistência Social e ONGS).

Na atual situação do mercado precisamos agregar novas estratégias de atendimento assistencial, tais como: atendimento personalizado em horários estabelecidos pelos próprios pacientes, visando à liberdade de atuação do mesmo no mercado de trabalho; favorecendo a manutenção de seu convênio de saúde e de sua casa.

Porém muitos demonstram interesse em voltar ao Mercado de Trabalho e outros de iniciar. Temos pacientes graduados na área de Enfermagem, Publicidade e Propaganda, Pedagogia e jovens que ainda não iniciaram no mercado de trabalho.

“Nossa obrigação social é auxiliar e mediar o contato entre o paciente e a empresa”